Em casa por conta do Coronavírus? Segue algumas dicas para trabalhar remoto

Contextualização

Em tempos de pandemia de coronavírus pelo mundo, a orientação mais adotada pelas empresas de TI tem sido o trabalho remoto, mas como sei que muitas pessoas ainda não tem experiência nisso, a ideia desse texto é apresentar algumas dicas, que funcionam pra mim.

Eu tenho aproximadamente 4 anos trabalhando remoto, tanto para empresas que eu visitava 1 vez por mês, como empresas que nunca encontrei nenhum dos meus colegas pessoalmente.

As dicas tem como objetivo deixar seu trabalho mais efetivo, com menos interrupção e saudável.

1. Você precisa de um grande acordo em casa, com criança e tudo.

Antes de qualquer coisa. Você precisa conversar com todas pessoas que moram em sua casa sobre seu novo modelo de trabalho. Você precisa estabelecer um acordo com todos eles. Deixar MUITO claro que você está trabalhando e não de férias.

O meu acordo é o seguinte: Quando eu estiver no meu escritório, estou trabalhando, e quando estou com fone de ouvido, estou em reunião e não posso ser interrompido de forma alguma. Qualquer pedido que não seja urgente deve ser enviado por mensagem.

As pessoas vão lhe interromper bastante no começo, mas você precisa reforçar isso para que seu trabalho não seja afetado. A cada interrupção, reforce o acordo que você fez anteriormente e peça para que lhe envie uma mensagem. Você olhará essa mensagem em algum momento.

2. Lembra do acordo? Se você tiver criança pequena será bem dificil

A criança demanda atenção, e a ideia do acordo será dificil com ela, pois a criança sente saudade e quer bastante atenção. Dessa forma já dedique algumas pausas para estar 100% com ela, brincando mesmo, mas antes de sair fale claramente com ela que você precisa trabalhar, quando você parar ele não poderá brincar com você até a próxima pausa.

Será bem dificil, mas você precisa continuar tentando, sempre sendo honesto com ela e dizer que precisa trabalhar. Comigo funciona 70% das vezes. Quando ele insiste normalmente o motivo é a falta de pausa para brincar.

Com todas essas pausas você acabará trabalhando um pouco mais depois, mas se seu trabalho permitir você organizar suas tarefas, isso não será um problema.

Pior mesmo é ter a criança gritando do seu lado implorando atenção quando você precisa executar aquela atividade importante no trabalho.

Uma dica de ouro: NUNCA grite com a criança. Eu sei que é tentador usar a autoridade e fazer a criança ficar com medo de você. Acredite, isso não é bom para relação de vocês. Use sempre um carinho e a palavra honesta, uma hora funciona.

PS: Eu já perdi a paciência algumas vezes, mas sempre peço desculpas e tento não perder mais.

3. Você precisa de um escritório

Quando falo escritório, não precisa ser uma sala tradicional de escritório. A ideia é que seja um lugar onde as pessoas entendam que você está trabalhando e não faça barulho próximo e nem fiquem passando atrás de você enquanto tiver em reunião por videoconferência.

O ideal é verificar se esse local tem um bom acesso a internet, eu prefiro rede cabeada, mas se não puder, verifique se seu sinal wifi funciona bem. Teste uma videoconferência com um colega para validar se a velocidade está boa.

4. Antes de trabalhar garanta que tem tudo a mão

É realmente muito ruim lembrar a cada momento que falta algo para você trabalhar (ex. celular para autenticação de multiplos fatores, mouse e afins)

Organize sua mesa. Não caia na tentação de deixar tudo bagunçado, pois isso normalmente será um problema quando precisar de algo.

5. Fique atento a suas pausas para comer

Organize alguns alarmes para não perder os momentos de comer, eu faço da seguinte forma:

6. Equipamentos

Se você puder investir em alguns equipamentos, faça, pois vale a pena.

Segue a minha lista preferida:

Meus equipamentos s ão:

Mouse: Logitech M170 Teclado: Magic Keyboard (Apple) Wifi: Intelbrás Twibi Giga Fone: Edifier com microfone (Antigo, nem acho mais a referência) Monitor: AOC LED 27” Cadeira: NORDI cadeira executiva alta

7. Foco

O trabalho em casa exige um foco diferente do escritório da empresa, pois existem diversas distrações dentro da sua casa que podem drenar sua produtividade, sendo assim tente estabelecer alguns acordos mentais consigo para evitar isso.

Faça uma lista do que pretende entregar naquele dia e sempre que ficar “sem nada pra fazer” visite a lista para pegar uma nova tarefa. Essa lista pode sobrar tarefas para outro dia, mas evite colocar uma lista grande demais, para não causar angustia.

8. Comunicação

O trabalho em casa exige uma comunicação diferente do escritório da empresa, pois as pessoas não estão vendo o que está fazendo, sendo assim você precisa deixar MUITO claro os passos do seu trabalho. Assim que iniciar uma tarefa nova, comunique ao time de alguma forma, e faça o mesmo ao encontrar algum bloqueio, demonstre tudo que fez pra tentar ultrapassar o bloqueio e fale de forma clara e direta o que você acredita que deve ser feito para retirar o bloqueio.

A comunicação online é diferente. Evite ironia quando o papo é sério. Evite também rodeios para pedir algo. Seja claro e objetivo, sem ser rude, claro.

Lembre-se que a pessoa do outro lado não está esperando você pedir algo, ela também tem o ritmo próprio dela, sendo assim se organize para pedir algo as pessoas com alguma antecedência, para dar o tempo da pessoa responder. Evite ficar cobrando a cada x minutos, e se precisar cobrar, faça com alguma empatia e cuidado.

Uma coisa muito importante a salientar é que na comunicação virtual, a tendência é a pessoa do outro lado entender da forma mais rude o que foi escrito, sendo assim use os emoticons da forma correta, coloque alguns quando quiser demonstrar um determinado sentimento. Para deixar claro pra outra pessoa, ou se quiser, pode escrever mesmo. Deixa eu passar um exemplo:

Você precisa que uma pessoa lhe adicione em um determinado repositório git para que possa continuar o trabalho.

“Você: Olá, tudo bem? Como vai você? (espere um pouco e veja se ela responde rápido, caso contrário, você pode engatar com o seu pedido) Você: Eu acabei de perceber que a atividade que preciso executar demanda de um acesso ao repositório X. Eu perguntei a algumas pessoas e me falaram que você poderia me ajudar. É isso mesmo? Desculpa o incomodo, mas não sabia que precisaria desse acesso antes. Qual o procedimento para liberação desse acesso?”

Nesse momento, estou bloqueado com relação a isso, o que faço? Pego uma outra tarefa caso a pessoa demore de responder. Depois de 1-2h de espera, eu posso interagir novamente.

“Você: Olá, tudo bem de novo? Desculpa incomodar mais uma vez, mas acabei de ver aqui e de fato parece que você é a única pessoa que pode me ajudar nisso. Tem algo que eu possa fazer pra lhe ajudar e conseguir um tempo pra me adicionar nesse repositório? Novamente, desculpa qualquer coisa”

Fique atento que se houver um site com todos procedimentos de solicitação, você precisa ler o site e ver se o procedimento não está lá, ok? Pior do que ser requisitado quando está muito ocupado, é ser chamado para algo que a pessoa do outro lado bastava ler um documento.

Normalmente esse tipo de interação funciona bem. E quando não funcionar, você pode falar com seu líder ou algo do tipo, mas nunca apontando o dedo. Sempre dando o benefício da dúvida, afinal a pessoa que você solicitou de fato pode está muito ocupada.

9. Atualize seu status

Algumas ferramentas de chat permitem que você adicione seu status, ou seja, se fizer uma pausa coloque que está em pausa. Normalmente algumas pessoa usam o termo AFK (Away from keyboard - Longe do teclado), sendo assim a pessoa que está do outro lado sabe que se pedir algo nesse momento demorará um pouco mais de ser respondido.

É interessante alinhar com seu time os status e o que esperar de cada um deles, ok?

Conclusão

O trabalho em casa é um pouco diferente do trabalho presencial, mas completamente possível, caso você mude um pouco sua postura. Ele agregará muito na sua produtividade.

Comente aqui se você tem dicas novas ou ponto de vista diferente das dicas que passei aqui.


Para editar este post basta clicar aqui.
comments powered by Disqus