O que instalar em um Mac de alguém de infra

Pra começar bem o ano, resolvi fazer um backup e formatar meu Mac, reiniciar do zero, pois o meu notebook tem apenas 128GB de espaço em disco e ultimamente tenho brigado por cada último byte livre no HD.

Assim que acabei de formatar, lembrei o motivo de tanto retardo: A necessidade de reinstalar tudo que preciso do zero.

Fiz uma postagem no Twitter solicitando ajuda e prometi criar um artigo, e aqui está.

.1. Usando o Brew

Todo mundo que tem Mac e usa ele para trabalhar com programação/devops/automação/afins já deve conhecer o brew. A instalação a é simples e pode ser vista aqui.

O que poucas pessoas sabem é sobre a existência do brew bundle (Aqui um link para saber mais) basicamente ele faz o mesmo que o bundle do ruby faz. Reuni tudo que vc precisa instalar em um arquivo, que aqui é chamado de Brewfile onde você informa linha a linha, dizendo se é brew on cask para instalar os pacotes.

Ao final do arquivo pronto, basta um simples comando:

brew bundle install

Ele instala tudo pra você. Segue meu Brewfile

.2. Aplicativos fora do Brew

Vou começar com os aplicativos que não estão no Brew, pois esses você precisará entrar no site e instalar manualmente mesmo. Seguindo a documentação de cada um deles.

.2.1. Dash

É uma ferramenta muito interessante de documentação, tudo a partir de um campo de busca centralizado. A melhor parte dele é a possibilidade de pesquisar offline.

.2.2. Amphetamine

Um aplicativo simples que pode ser usado para manter seu Mac ligado por um espaço específico de tempo. É ótimo para quem faz apresentações sem carregador e não quer que o Mac desligue no meio de apresentação, mas quer quer que esse comportamento volte depois da palestra.

.2.3. Oh My ZSH

É um framework para gerenciamento de seu console Zsh, onde deixa ele mais bonito e bem mais produtivo, com vários atalhos e funcionalidades novas.

.3. Aplicativos genéricos para se usar no Mac (Com Brew)

Vou passar rapidamente aplicativo por aplicativo para defender porque escolhi ele:

.3.1. Alfred

Esse é uma aposta, pois todo mundo fala, mas até então não tinha testado ainda. Tenho pouco a falar dele, que tem como objetivo substituir o spotlight (Aquela busca do CMD+Barra de espaço). Dizem que ele tem mais funcionalidades, é mais rápido e afins.

Eu ja tive muitos problemas com o spotlight, dai estou apostando no Alfred.

.3.2. Firefox e Chrome

Outra opção meio padrão para maioria das pessoas, pois o uso do navegador Safari é bem baixa ainda. Eu tenho maior uso do Chrome, pois ele tem uma funcionalidade de múltiplos perfis de conta por janela de navegador. Dai eu consigo gerenciar meu perfil pessoal e profissional alternando as janelas.

.3.3. Grammarly

Se você não é tão bom escrita de inglês quanto eu, e precisar escrever coisas com algumas constância, você deveria considerar um app como esse. Eu adoro o Grammarly, pois ele não verificar apenas erro de ortografia, ele verifica concordância e outros aspectos que um corretor comum não dá conta. Ele faz sugestões quando você repete demais a palavra e afins. Funciona bem. Eu aconselho.

.3.4. Iterm2

Aqui temos outra unanimidade, pois a maioria esmagadora das pessoas que conhecem o Iterm2, acabam usando ele como padrão e esquecem o terminal padrão do Mac por completo.

.3.5. Slack

A maioria esmagadora das empresas que já trabalhei usam o Slack como ferramente de comunicação interna, sendo assim fica difícil não instalar esse app. Ele consome MUITA memória, mas necessidade não se discute, né?

.3.6. Spectacle

O Mac não tem teclas de atalho para gerenciamento da posição das janelas. As vezes você quer colocar a janela ocupando toda tela, mas não quer tela cheia, pois o Mac tem um comportamento diferente e deixa todas as outras telas em preto, ou seja, não da pra ficar no Mac sem um software que ofereça opções para isso. O Spectacle é uma boa opção. Com o atalho control + CMD + F você faz com que a janela do software atual ocupe toda tela.

Ao fazer esse post, descobri que ele foi descontinuado e sugere a utilização do Rectangle

Vale a pena olhar esse novo. Vou continuar com o Spectacle, pois ele me atende tranquilamente.

.3.7. Telegram

Uma ótima ferramente de troca de mensagens. No Brasil a maioria das comunidades técnicas estão nesse software de bate papo. A prova disso é esse extensa lista de grupos no telegram: https://listatelegram.github.io/

Ele é praticamente igual ao Whatsapp, só que com mais funcionalidades, e sem necessidade de celular ligado para acessar versão desktop/web, por exemplo.

.3.8. Vanilla

Se você instala uma grande lista de apps e isso lota sua barra de notificação (Aquela que fica ao lado do relógio), esse app é pra você, pois ele oculta e mostra os apps com apenas um clique.

Simples e direto. Gostei.

.3.9. Whatsapp

É praticamente um padrão de comunicação entre as pessoas no Brasil. Por mais que não curto esse mensageiro, sou obrigado a usá-lo por conta disso.

.3.10. GPG Suite

Se você encripta seus emails, arquivos e afins, acredito que esse app é essencial pra você.

.3.11. Keybase

Esse é uma outra aposta. Muita gente fala bem dele, mas confesso que ainda não usei de verdade. A ideia dele é oferecer uma plataforma segura para comunicação, troca de arquivos e afins.

.3.12. Transmission

Um cliente para baixar arquivos via BitTorrent. Muito leve e bom.

.3.13. Spotify

Um cliente para uma plataforma de músicas online, que também oferece opção para Podcasts. Muito usado por boa parte das pessoas.

.3.14. Flycut

Outra aposta. O objetivo dessa ferramenta é oferecer uma opção mais potente de gerenciamento de área de transferência (O que você pega no CMD+C ).

.4. Aplicativos para desenvolvedores (Com Brew)

.4.1. Visual Studio Code

Esse editor de código tem crescido cada vez mais entre as pessoas que trabalham com infra/devops/automação. Acredito que por conta dos plugins/extensões que aumentam bastante a sua produtividade.

Prometo que depois faço um artigo apenas sobre as extensões do meu Visual Studio Code.

.4.2. Kubernetes-cli

Se você trabalha com kubernetes de alguma forma, essa ferramenta é necessária. Ela é usada para se comunicar com o cluster kubernetes.

.4.3. JQ

Essa ferramenta é considerada o sed para formato JSON. É muito potente na coleta e manipulação de dados que contenham o formato JSON.

Se quiser aprender um pouco como usar, veja esse link

.4.4. Nmap

Ferramenta potente e extremamente extensível para descoberta e auditoria de segurança de rede. Muito bom para descobrir quais portas estão abertas no seu servidor e afins.

.4.5. Openssl

Ferramenta necessária para gerenciamento e criação de certificados SSL/TLS.

.4.6. Watch

Ferramente que é usada para mostrar repetidamente a mesma tela, atualizando automaticamente periodicamente com base em um espaço de tempo que você estipulou.

Exemplo:

Você quer saber se seu processo do PHP subiu corretamente, ou quantos processo tem aparecido em um espaço de tempo. Você pode usar esse comando: watch "ps -e | grep php"

Por padrão o tempo de atualização é de 2 segundos, sendo assim ele executará o comando ps -e | grep php e mostrará na sua tela a saída do mesmo. Sendo assim você não precisa ficar dando o mesmo comando várias vezes, “sujando” seu histórico de comandos com vários comandos repetidos sucessivamente.

.4.7. Docker

Esse eu preciso de pouco pra defender, correto? Ele é basicamente hoje a base da maioria das pessoas que trabalham com automação de infraestrutura. Eu mesmo uso ele para praticamente tudo. Eu não instalo o aws-cli, terraform, packer e afins, pois eu uso um container com esses binários dentro a partir do docker. Por exemplo:

docker run -it -v $PWD:/app -w /app --entrypoint="" terraform:light sh

Com esse comando eu tenho uma cli com terraform mais atualizado instalado com sucesso.

.4.8. Popeye

Ferramenta interessante para scan de cluster kubernetes, que reporta possíveis problemas em recursos “deployados” e configurações. É uma aposta, dica do @badtux_.

.4.9. Stern

Mais uma ferramente sugerida pelo @badtux_ para ajudar na gestão de logs de múltiplos pods em um cluster kubernetes.

.4.10. Kubectx + Kubens

De novo o @badtux_ com sugestões massas para ajudar na gestão do kubernetes. Essas oferecem funcionalidades de rápida troca de namespace e cluster kubernetes . Outra aposta. Valeu @badtux_.

.4.11. Insomnia

Esse foi amplamente pedido por várias pessoas em diversos canais (Obrigado @@jabezerra e @malaquiasdev por serem os primeiros). Resolvi testar e gostei. Está na lista, como uma boa aposta.

.4.12. Docker Compose

Não menos importante, mas eu sempre esqueço dele e só vou instalar depois que preciso. Essa ferramente é responsável por gerenciar a execução de múltiplos containers com apenas um comando e um arquivo de configuração. É uma ótima ferramenta para iniciar infraestrutura complexa localmente na máquina de uma pessoa que desenvolve o produto.

.5. Agradecimentos


Para editar este post basta clicar aqui.
comments powered by Disqus