Começando novamente

TL;DR

O texto será sobre o porque decidir novamente trocar de blog e experimentar um novo modelo mais simples, porém ainda usando site com conteúdo estático.

Público alvo

Esse texto é para qualquer pessoa interessada em ler sobre experiências de mudanças de blogs e escrita de contéudo técnico.

Introdução

Eu já tenho um blog, mas ele está em um wordpress, uma plataforma CMS, que por mais que sua proposta tenha como foco a usabilidade, manter ela a nível de infra não é uma tarefa extremamente simples. Quando falo simples, estou querendo reduzir à de fato não ter trabalho praticamente nenhum para ter uma infraestrutura adequada para publicar apenas textos com imagens.

Venho há algum tempo “namorando” a ideia de ter um site com conteúdo estático, com esses geradores mais famosos (hugo e jekyll)

A idéia de utilizar conteúdo estático tem como objetivo não somente ser simples de manter, mas também utilizar menos recursos da máquina, uma vez que o site é modificado, ele é construído em um único momento e distribuído estáticamente para todos usuários, com isso não será necessário uso de banco de dados.

Um pouco da história

Depois de algumas conversas com somatorio resolvi usar o hugo. Criei um site estático bem rápido, a estrutura dele era uma landing page que serviria como hub para todos meus contatos e o blog era acessível através de um link, como vocês podem ver aqui, que ficará aqui apenas para título de histórico.

Fique satisfeito na época, mas algo ainda me incomodava, porém não conseguia explicar o porque.

Depois de ver o site do Fike entendi o motivo. O fato do meu contéudo estar atrás de um link e não na página inicial, isso me fazia sentir que algo estava errado.

Percebi que ele hospeda seu site em um repositório público, e assim resolvi cloná-lo e a partir dele fazer o meu próprio. Afinal é assim que nossa comunidade funciona, certo?

Estou feliz com o blog atual?

Ainda é cedo pra dizer, mas pretendo escrever em português e inglês e o modelo adotado por Fike no blog dele me agrada. Vamos aos testes. Se for pra falhar, que seja o quanto antes, certo?


Para editar este post basta clicar aqui.
comments powered by Disqus